Filtrar

    Cecília de Almeida Moraes,1893 - Fazenda Confiança

    Cecília de Almeida Moraes,1893 - Fazenda Confiança
    Brasil
    XIX

    Inventário de Cecília de Almeida Moraes, 1893 - Avaliação

    Fonte: Arquivo Público de Piraí.

     

    [fl.33] Avaliação da Confiança

    Aos treze dias do mez de Dezembro de mil oitocentos  e noventa e tres, no districto da Freguezia do Arrozal do Termo do Pirahy, em a fazenda denominada Confiança onde se achava presente o Juiz de Orphãos Supplente Cidadão Gabriel Bueno de Araujo, comigo Escrivão do seu cargo e o Official de Justiça  Cassiano Joze Gonsalves, estando tambem prezentes os louvados Coronel Manoel Eugenio de Moraes Costa e Daniel Joze da Costa Pimentel, o Juiz ordenou a estes que procedessem a avaliação dos bens que lhes fossem aprezentados; o que lhes fizerão do modo seguinte:

    Joias

    Uma pulseira de ouro, quebrada, trinta mil réis, que sáe á margem. | 30$000

    Uma dita de dito, com uma perola pequena, quarenta mil réis, que sáe á margem. | 40$000

    Uma dita com cinco camafeus, por vin- [fl.33v] vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Um anel de ouro sem pedra, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Um par de botões para punhos, quebrado, cinco mil reis,que sáe á margem. | 5$000

    Um alfinete de gravata, sem pedra, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Duas bolças de prata, portemonai, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Uma venera de christo, de prata, com brilhantes, rubins e esmeraldas, por dois contos de reis, que sáe á margem. | 2:000$000

    Uma luneta de ouro, por cincoenta mil reis, que sáe á margem. | 50$000

    Uma flor de ouro para cabello com dois brilhantes e outros pequenos, no valor de tres contos e quinhentos mil reis, que sáe á margem. | 3:500$000

    Um par de brincos de ouro com brilhantes, por um conto e seiscentos [ fl.34] centos mil reis, que sáe á margem. | 1:600$000

    Um par de brincos de coral e brilhantes, um conto de reis, sáe a margem. | 1:000$000

    Um pulceira de ouro com brilhantes no valor de um conto  e quinhentos mil reis, que sáe á margem. | 1:500$000]

    Uma dita dito ditos, por quinhentos mil reis, que sáe á margem. | 500$000

    Um par de bichas de ouro com brilhantes, duzentos mil reis, que sáe á margem. | 200$000

    Dois aneis de ouro com brilhantes, cento e sessenta mil reis, que sáe á margem. | 160$000

    Um dito de dito, ditos por cem mil reis, que sáe á margem. | 100$000

    Um par de brincos de dito ditos, cento e cincoenta mil reis, que sáe á margem. |150$000

    Um botão de peito de dito ditos, quinhentos mil reis, que sáe á margem. | 5000$000

    Um alfinete de ouro, por cinco mil reis, que sáe á margem. | 5$000

    Um relicário em forma de coração, cinco mil reis, que sáe á margem. | 5$000

    Uma cadea  com medalha, de relogio, oitenta mil reis, que sáe á margem. | 80$000

    Um corrente de ouro, duzentos  [ fl.34 v] duzentos mil reis, que sae a margem. | 2000$000

    Um par de óculos de ouro, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Prata

    Tres kilos de prata velha, a sessenta e cinco reis a gramma, cento e noventa e cinco mil reis, que sáe a margem. | 20$000

    Dez salvas de prata de diversos tamanhos, pesando todas onze mil tresentos e noventa grammas, a sessenta e cinco reis a gramma, setecentos e quarenta mil tresentos e cincoenta reis, que sáe á margem.  | 740$350

    Uma travessa de prata com mil quinhentos e setenta grammas, a sessenta e cinco reis, cento e dois mil e cincoenta reis, que sáe á margem. | 102$050

    Um apparelho de prata para chá e café (seis peças) com quatro mil seiscentos sessenta gramas, a sessenta e cinco reis, trezentos e dois mil e novecentos reis, sáe á margem. | 302$900

    Um dito de dito dito, seis peças, idem, tres mil setecentos e quarenta grammas  [ fl.35] grammas, idem, duzentos e quarenta e tres mil e cem reis, que sáe á margem. | 243$100

    Um dito de dita, quatro peças, pesando quatro mil quinhentos e cincoenta ditas, idem, duzentos e noventa  e cinco mil setecentos e cincoenta reis, á margem. | 295$750

    Um dito de dita, tres peças, com mil novecentas e sessenta ditas, idem, cento e vinte e sete mil  e quatrocentos reis, sáe á margem. | 17$400

    Uma geladeira de dita, cinco mil oitocentos e cincoenta ditas, idem, tresentos e oitenta mil duzentos e cincoenta reis, que sáe á margem.  | 380$250

    Uma bacia e jarro de dita, com dois mil setecentos e trinta ditas, idem, cento e setenta e sete mil quatrocentos e cincoenta reis, que sáe á margem. | 177$450

    Um jarro de dita, mil cento e quarenta ditas, idem, setenta e quatro mil e cem reis, que sáe á margem. | 74$100

    Um tinteiro de dita, quinhentos e quarenta ditas, idem, trinta e cinco mil e cem reis, que sáe á margem. | 35$100

    Um dito de dita, maior, pesando mil e oitenta ditas, idem, setenta mil e du- [ fl.35v]  duzentos reis, que sáe á margem. | 70$200

    Um galheteiro de dita, setecentos e vinte e sete grammas, idem,  quarenta e seis mil  e oitocentos reis, que sáe á margem. | 46$800

    Duas serpentinas de dita, idem quatro mil e quinhentas ditas, idem, duzentos e noventa e dois mil  e quinhentos reis, que sáe á margem. | 315$900 

    Tres paliteiros de dita, idem oitocentos e oitenta ditas, idem, cincoenta e sete mil e duzentos reis, que sáe á margem. | 57$200

    Um galheteiro de dita, idem setecentas  e deis ditas, idem quarenta e seis mil cento e cincoenta reis, que sáe á margem. | 46$150

    Quinze espivitadeiras de dita, idem mil trezentas e sessenta ditas, idem, oitenta e oito mil e quatrocentos reis, á margem. | 88$400

    Tres colheres de dita para peixe, idem mil e setenta ditas, idem, setenta e nove mil quinhentos e cincoenta reis, que sáe á margem. | 79$550

    Uma salva de dita para espivitadeira, idem duzentos e trinta ditas, idem, quatorze mil novecentos  e cincoenta reis, que sáe á margem. | 14$950

    Tres castiçaes de dita, idem, quatro mil oitocentos e sessenta ditas, idem,  tresentos e [ fl.36]  e quinze mil novecentos reis, á margem. | 315$900

    Dois ditos (palmatorias) de dita, idem setecentas ditas, idem, quarenta e cinco mil e quinhentos reis, á margem. | 45$500

    Vinte e sete colheres de dita para sopa, idem mil tresentas e noventa ditas, idem, cento e nove mil oitocentos e cincoenta reis, que sáe á margem, digo, noventa mil tresentos e cincoenta reis, que sáe á margem. | 90$350

    Vinte e quatro ditas ditas, idem,  mil seiscentas e noventa ditas, idem, cento e nove mil oitocentos e cincoenta reis, que sáe á margem. | 109$850

    Quatorze ditas de dita dita, idem mil oitocentas e quarenta e cinco ditas, idem, cento e dezenove mil novecentos e vinte cinco reis, que sáe á margem. | 119$925

    Vinte  e sete ditas de ditas, idem mil tresentas e cincoenta ditas, idem, oitenta e sete mil setecentos e cincoenta reis, que sáe á margem. | 87$750

    Treze ditas de dita dita, idem setecentos e dez ditas, idem, quarenta e seis mil cento e cincoenta re- [ fl.36v] reis, que sáe á margem. | 46$150

    Seis ditas de dita para arroz, idem oitocentos e oitenta ditas, idem, cinquenta e sete mil e duzentos reis, que sáe á margem.  | 57$200

    Sete conchas de dita, para sopa, idem mil seiscentos e oitenta ditas, idem cento e nove mil duzentos reis, á margem.  | 109$200

    Cinco ditas de dita, para açucar, idem cento e setenta e cinco ditas, onze mil tresentos e setenta e cinco reis, que sáe á margem.  | 11$375

    Onze colheres para cha, de dita, idem cento e noventa ditas, doze mil trezentos e cincoenta reis, que sáe á margem.  | 12$350

    Vinte ditas ditas, dita, idem setecentos e trinta ditas, quarenta e sete mil quatrocentos e  cincoenta reis,  que sáe á margem.  | 47$450

    Dez ditas de dita dita, idem cento e noventa ditas, idem,  doze mil trezentos e cincoenta reis, que sáe á margem.  | 12$350

    Oito ditas ditas, idem cento e setenta e cinco ditas, idem, doze mil e vinte e cinco reis, que sáe á margem.   | 12$025

    Quarenta e oito garfos de ditas, idem tres mil tresentas e quarenta ditas, idem, duzentos e dezesete mil e cem reis [fl.37] reis , que sáe á margem. | 217$100

    Vinte e dois ditos de dita, idem mil seiscentas e trinta ditas, idem  sessenta e cinco reis, cento e cinco mil novecentos e cincoenta reis, que sáe á margem. | 105$950

    Vinte e seis ditos de dita, idem novecentas e oitenta ditas, idem, sessenta e tres mil  e setecentos reis, que sáe á margem.  | 63$700

    Dezenove ditos de dita, idem oitocentos e cincoenta e cinco ditas, idem, cincoenta e cinco mil  quinhentos e setenta e cinco reis, que sáe á margem. | 55$575

    Dez ditas  de dita, idem  seiscentos e dez ditas, idem, trinta e nove mil seiscentos e cincoenta reis, que sáe á margem.  | 39$650

    Vinte e quatro fácas de dita, idem mil e oitenta ditas, idem setenta mil e duzentos reis, que sáe á margem.  | 70$200

    Dois trinchantes de dita, idem duzentas e vinte ditas, idem quatorze mil e tresentos reis, que sáe á margem. | 14$300

    Onze facas de dita, idem, quatrocentos e quarenta ditas, idem, vinte e oito mil e seiscentos reis, que sáe á margem.  | 28$600

    Um trinchante de dita, idem tresen- [fl.37v] trinchante, idem tresentas ditas, dezenove mil  e quinhentos reis, que sáe á margem.  | 19$500

    Garfo e colher de dita para salada, idem cento e quarenta ditas, idem, nove mil e cem reis, que sáe á margem. | 9$100

    Vinte e tres facas de dita, para doce, idem idem mil e trinta e cinco ditas, idem, sessenta e sete mil duzentos e setenta e cinco reis, que sáe á margem.  | 67$275

    Quatro ditas dita, dito, idem duzentos e cincoenta ditas, dessezeis mil duzentos  e cincoenta reis, que sáe á margem. | 16$250

    Um trinchante de dita, idem cento e quarenta ditas, idem, nove mil e cem reis, que sáe á margem. | 9$100

    Uma dita de dita, idem cento e oitenta ditas, idem, onze mil e setecentos reis, que sáe á margem. | 11$700

    Quarenta e oito colheres de prata dourada com duas mil e oitenta e cinco grammas, a duzentos reis, quatrocentos e dezesete mil reis, que sáe á margem. | 417$000

    Trinta e seis facas de dita ditas, cabo de madreperola, com oitocentas [fl.38] centas grammas, a duzentos reis, cento e sessenta mil reis, que sáe á margem.| 417$000

    Quarenta e sete garfos idem, idem, idem,com mil cento e setenta e cinco ditas, idem, em duzentos e trinta e cinco mil reis, que sáe á margem. | 235$000

    Vinte e sete facas com virola de prata dourada, e cabo de madreperola, cincoenta e quatro mil reis, que sáe á margem. | 54$000

    Tres fundos para garrafas, de prata, com quinhentas grammas, a sessenta e cinco reis, trinta e dois mil e quinhentos reis, que sáe á margem.  | 32$500

    Um portemonnai, trinta e cinco grammas, idem dois mil duzentos e setenta e cinco reis, que sae a margem.  | 2$275

    Tres bandeijas de espevitadeira, com mil quatrocentas e cincoenta grammas, idem, noventa e quatro mil duzentos e cincoenta reis, que sáe á margem. | 94$250

    Quatro ditas galvanizadas, quarenta mil reis, que sáe á margem. | 40$000

    Dois castiçaes de prata com mil e quinhentas grammas, a sessenta e cinco reis, noventa e sete mil e qui [fl.38v] quinhentos reis, que sáe á margem. | 97$500

    Dois castiçaes quebrados, por cinco mil reis, que sáe á margem. | 5$000

    Seis rotulos para garrafas, por dois mil reis, que sáe á margem. | 2$000

    Um licoreiro fantazia, por cinco mil reis, que sáe á margem. | 5$000

    Um licoreiro com duas garrafas e sem calixes, por vinte e cinco mil reis, que sáe á margem. | 25$000

    Mais joias

    Um par de bichas de coral, por quinze mil reis, que sáe á margem. | 15$000

    Um dito, menor, de dito, por quinze mil reis, que sáe á margem.  | 15$000

    Um par de brincos de ouro com tres pequenos coraes, sendo um quebrado, dois mil e quinhentos reis, que sáe á margem. | 2$500

    Um broche de coral, no valor de vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Um par de bichas com dois rubins, quebrado, cinco mil reis, que sáe á margem. | 5$000

    Um par de brincos e um broxe de lavas de vulcão, no valor de quinze [fl.39] vulcão, quinze mil reis, que sae a margem. | 15$000

    Um par de brincos de ouro, no valor de quatro mil reis, que sáe a margem.  | 4$000

    Um dito, dito com perolas pequenas, por oitenta mil reis, que sáe á margem. | 80$000

    Um par de botões de punho, com rubins, trinta mil reis, que sáe á margem.  | 30$000

    Uma figa de coral guarnecida a ouro, cinco mil reis, que sáe á margem.  | 5$000

    Uma caneta de prata, no valor de dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000

    Tendo se posto o sol, forão suspensos os trabalhos até o dia seguinte; do que faço este termo, que assignão. Eu Marcolino Ventura Gonçalves, Escrivão, que escrevi.

    Manoel Eug. de Moraes Costa

    Daniel José da Costa Pimentel

    Antonio Braz de Moraes Barboza. 

    [ fl.40]

    Continuação da avaliação da Confiança

    Aos doze dias do mez de Dezembro de mil oitocentos e noventa e tres, nesta fazenda denominada Confiança, do Termo do Pirahy onde achava presente o Juiz de Orphãos Supplente Gabriel Bueno de Araujo, comigo Escrivão de seu cargo, os louvados  Coronel Manoel Eugenio de Moraes Costa Pimentel e o Advogado do Inventariante Doutor Antonio  Braz de Moraes Barboza e o official de Justiça Cassiano Jose Gonçalves, pelos louvados, em continuação, foram avaliados os bens que adiante  se seguem.

    Moveis

    Um oratório com imagens banqueta, missal, calixes, paramentos e todos os demais pertences e objectos precizos para dizer missa, um conto de reis, que sáe á margem. | 1:0000$000

    Uma mobilia de mogno de sala de vizitas constando de um sofá, [ fl.40v] sofá, duas cadeiras de balanço, quatro cadeiras de braços, oito ditas singelas, uma dita austriaca, uma meza de centro, dois apparadores e um par de escarradeiras, tudo por duzentos mil reis, que sáe á margem. | 200$000

    Um piano e banco, por quinhentos mil reis, que sáe á margem. | 500$000

    Dois candelabros com mangas, por quinze mil reis, que sáe á margem. | 15$000

    Uma cama franceza, por trinta mil reis, que sáe á margem.  | 30$000

    Um lavatorio com pedra marmore e espelho, com bacia e jarro, dezesete mil reis, que sáe á margem.  | 17$000

    Uma cama de cazado de vinhatico, com colxoes e travesseiros, cincoenta mil reis, que sáe á margem.  | 50$000

    Um creado mudo com pedra mar- [fl.41] marmore, na quantia de oito mil reis, que sáe á margem. | 8$000

    Um lavatorio de armario com pedra marmore, espelho e um apparelho de loça para o mesmo, quarenta mil reis, que sáe á margem. | 40$000

    Uma cama franceza de vinhatico para solteiro, com colxão e travesseiro, vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Uma marqueza de palhinha com colxão e travesseiros, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Um lavatório de ferro e bacia, por tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000

    Uma commoda de jacarandá, por vinte mil reis,que sáe á margem. | 20$000

    Uma meza pequena, de pinho, por dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000

    Um lavatorio de madeira, por dois mil reis, que sáe á margem. | 2$000

    Um sofá, duas cadeiras de braço, duas cadeiras singellas, uma meza de centro de pedra marmore,  dois consolos e uma meza de vinhatico, tudo por oitenta [fl.41v] oitenta mil reis, que sáe á margem.  | 80$000

    Uma cama franceza de vinhatico com colxão e travesseiro, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Uma meza pequena com um jarro, por cinco mil reis, que sáe á margem. | 5$000

    Uma cama franceza com colxão e travesseiros, vinte mil reis, á margem. | 20$000

    Uma meza, no valor de cinco mil reis , que sáe á margem. | 5$000

    Um lavattorio com bacia, por cinco mil reis, que sáe á margem. | 5$000

    Dois sofás, na sala de entrada, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Um catre, no valor de tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000

    Uma secretaria de jacarandá com dezenove gavetas, por duzentos e vinte mil reis,  que sáe á margem. | 220$000

    Um escrivaninha e banco, por vinte mil reis, que sáe á margem.  | 20$000

    Uma meza com tres gavetas, por dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000

    Um armário de madeira, por oito mil reis, que sáe á margem. | 8$000

    [fl.42] Uma meza elastica com oito tacboas, para jantar, quatro etagers de vinhatico, um relogio de parede com caixa, doze cadeiras, dois consolos e uma cadeira austriaca de criança, por duzentos e cincoenta mil reis, que sáe á margem.   | 250$000

    Uma cama de ferro de arame com colxão e traveseiro, por quarenta mil reis, que sáe á margem.  | 40$000

    Uma commoda de jacarandá com tres gavetas grandes e tres pequenas, por sessenta mil reis, que sáe á margem.  | 60$000

    Uma meza de jacarandá com gaveta, quinze mil reis, que sáe á margem. | 15$000

    Um lavatório com pedra marmore e espelho no valor de vinte e cinco mil reis, que sáe á margem. | 25$000

    Um estojó para barba, por quinze mil reis, que sáe á margem. | 15$000

    Um dito para desenho linear, por dez mil reis, que sáe á margem. | 10$000

    Uma bolsa de viagem, nova, por vinte cinco mil reis, que sáe á margem. | 25$000

    Duas camas francezas de vinhático, a trinta mil reis cada uma, sessenta [fl.42v] sessenta mil reis, que sáe á margem. | 60$000

    Uma commoda de jacarandá com tres gavetas peque, digo, gavetas grandes e duas pequenas, cincoenta mil reis, que sáe á margem. | 50$000

    Uma meza de jacarandá, por oito mil reis, que sáe á margem. | 8$000

    Um lavatorio de madeira, por cinco mil reis, que sáe á margem.  | 5$000

    Tres colxões, novos, por quinze mil reis, que sáe á margem.   | 15$000

    Uma porção de [?] por quarenta mil reis, que sáe á margem. | 40$000

    Uma cama de jacarandá, por sessenta mil reis, que sáe á margem. | 60$000

    Uma marqueza de jacarandá, por doze mil reis, que sáe á margem. | 12$000

    Um guarda roupa, quebrado, por quarenta mil reis, que sáe á margem. | 40$000

    Uma machina de costura, quebrada, por dez mil reis, que sáe á margem. | 10$000

    Um lavatorio com pedra marmore e espelho, quinze mil reis, sáe á margem.  | 15$000 

    Uma cadeira de vime, por dois mil reis, que sáe á margem.  | 2$000 

    [fl.43]

    Um cabide de pé, no valor de cinco mil reis, que sáe á margem.  | 5$000 

    Duas marquezas de palhinha com colxão, no valor de cincoenta mil reis, que sáe á margem. | 50$000 

    Um lavatório com pedra marmore e espelho grande, quarenta mil reis, que sáe á margem. | 40$000 

    Duas commodas de jacaranda, por cem mil reis, que sáe á margem. |  100$000 

    Um guarda roupa de vinhatico, por sessenta mil reis, que sáe á margem. |  60$000 

    Uma mezinha de cabeceira por dez mil reis, que sáe á margem. |  10$000 

    Um porta toalhas, por dois mil reis, que sáe á margem. |  2$000 

    Uma banquinha de coser, por tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000 

    Um mezinha de abrir, quebrada, cinco mil reis, que sáe á margem.  | 5$000 

    Uma cama franceza, para solteiro, vinte mil reis, que sáe á margem.  | 20$000 

    Duas marquezas, por vinte e cinco mil reis, que sáe á margem.  | 25$000 

    Uma cama de ferro, por dois [fl.43v] dois mil reis, que sáe á margem. | 2$000 

    Duas marquezas de jacarandá, por trinta mil reis, que sáe á margem. | 30$000 

    Um lavatorio de vinhatico, por trinta mil reis, que sáe á margem.  | 30$000 

    Uma commoda de vinhatico, por trinta mil reis, que sáe á margem. | 30$000 

    Uma machina de costura, usada, por quinze mil reis, que sáe á margem.  | 15$000 

    Tres quadros de flores artificiais, quarenta e cinco mil reis, que sáe á margem.  | 45$000 

    Um guarda louça de vinhatico, por quarenta mil reis, que sáe á margem.  | 40$000

    Uma cama franceza de vinhatico para cazado, no valor de trinta mil reis, que sáe á margem. | 30$000

    Um lavatorio com pedra marmore e espelho, vinte cinco mil reis, sáe á margem. | 25$000

    Uma estante envidraçada por trinta mil reis, que sáe á margem. | 30$000

    Uma commoda pequena, por vinte mil reis, que sáe á margem.  | 20$000

    Uma meza ordinaria, por cinco mil reis, que sáe á margem.  | 5$000

    Um oratório e seus pertences, vin- [fl.44] vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Uma meza simples, por cinco mil reis, que sáe á margem. | 5$000

    Uma marqueza de jacarandá, vinte cinco mil reis, que sáe á margem.  | 25$000

    Uma meza pequena ordinaria, por dois mil reis, que sáe á margem.   | 2$000

    Uma marqueza para casado, por quinze mil reis, que sáe á margem.  | 15$000

    Uma meia commoda, por trinta e cinco mil reis, que sáe á margem. | 35$000

    Uma cama de pés altos, por cinco mil reis, que sáe á margem.   | 5$000

    Uma machina de costura, estragada, por dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000

    Um piano de cauda, estragado, duzentos mil reis, que sáe á margem.  | 200$000

    Uma commoda marchetada, oitenta mil reis, que sáe á margem.  | 80$000

    Uma dita de jacarandá, por sessenta mil reis, que sáe á margem.  | 60$000

    Uma cadeira austriaca, nova, para criança, cinco mil reis que sáe á margem.  | 5$000

    Um bilhar com todos os seus pentences e dois jogos de bolas, sendo [fl.44v] sendo um ainda novo, por quatrocentos mil reis, que sáe á margem. | 400$000

    Vinte e oito camas de ferro na enfermaria, a dois mil reis, cincoenta e seis mil reis, que sáe á margem.  | 56$000

    Medicamentos, armação e mais utencilios de botica, por cento e cincoenta mil reis, que sáe á margem. | 150$000

    Tenda  e seus pertences por oitenta mil reis, que sáe á margem. | 80$000

    Um sino no valor de quarenta mil reis, que sáe á margem.  | 40$000

    Uma marqueza no quarto do administrador, por dez mil reis, que sáe á margem. | 10$000

    Um armario de madeira, no valor de tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000

    Cinco cadeiras austriacas, forradas, por dez mil reis, que sáe á margem.   | 10$000

    Um selhão em bom estado por quinze mil reis, que sáe á margem.  | 15$000

    Tres toneis para aguardente a cem mil reis, trezentos mil reis,  que sáe á margem.  | 300$000

    Doze pipas de aguardente, a duzentos e cincoenta mil reis, cada uma, tres contos de reis, que sáe á margem.  | 3:000$000 

    Uma balança de braço com pizos, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000 

    Um carro em uzo, no valor de cem mil reis, que sáe á margem.   | 100$000 

    Um dito em mao estado, por quarenta mil reis, que sáe á margem. | 40$000 

    Arreios para os dois carros, por trinta mil reis, que sáe á margem.  | 30$000 

    Um carroção muito quebrado, por vinte mil reis, que sáe á margem.  | 20$000 

    Um tacho de ferro para o chiqueiro, quarenta mil reis, que sáe á margem.  | 40$000 

    Um trolly pequeno, quebrado, cento e cincoenta mil reis, que sáe á margem.  | 50$000 

    Um dito grande em bom estado, trezentos e cincoenta mil reis, que sáe á margem.  | 350$000 

    Arreios para os dois trollys, por cento e vinte mil reis, que sáe á margem.  | 120$000 

    Madeiras de um engenho desmanchado e  outras avulsas, por oitenta mil reis, que sáe á margem.  | 80$000 

    Quatro fólles de machina para formiga, cem mil reis, que sáe á margem. | 100$000 

    Cinco tachos velhos, de cobre, por cem mil reis, que sáe á margem. | 100$000  [fl.45v]

    Um dito de dito, novo, por setenta mil reis, que sáe á margem.  |  70$000

    Trinta rolos de arame farpado  para cêrca, a quarente mil reis, um conto e duzentos mil reis, que sáe á margem.  |  1:200$000

    Tres arados, estando um quebrado, quarenta e cinco mil reis, que sáe á margem.  | 45$000

    Quatro caixas de kerosine, por quarenta mil reis, que sáe á margem. | 40$000

    Tres tachos de cobre, velhos, por cincoenta mil reis, que sáe á margem. | 50$000

    Um traçador para madeira, por cinco mil reis,  que sáe á margem. | 5$000

    Uma serra grande, no valor de oito mil reis, que sáe á margem. | 8$000

    Um forno grande, para farinha, por vinte mil reis, que sáe á margem.   | 20$000

    Duas barras de ferro, no valor de vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Duas pedras para moinho, por vinte mil reis, que sáe á margem. | 20$000

    Uma corrente nova para engenho, cento e sessenta mil reis,  que sáe á margem. | 160$000

    Um graduador para aguardente, por mil e quinhentos reis, que sáe á margem. | 1$500   [fl.46]

    Uma espingarda taquary, por sete mil reis, que sáe á margem. | 7$000  

    Uma bolsa velha, no valor de cinco mil reis, que sáe á margem.  | 5$000  

    Uma espingarda fulminante, por quinze mil reis, que sáe á margem.  | 15$000  

    Nove bocetas novas para rapé, por quinze mil reis, que sáe á margem. | 15$000  

    Um relogio de armario por vinte cinco mil reis, que sáe á margem. | 25$000  

    Uma boceta redonda, no valor de dois mil reis, que sáe á margem. | 2$000  

    Um tapete pelle de onça, no valor de dez mil reis,  que sáe á margem. | 10$000  

    Um pente de tartaruga, no valor de dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000  

    Um par de óculos azues , novo, por quatro mil reis, que sáe á margem. | 4$000  

    Uma trena de cincoenta palmas, por tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000  

    Um romance em brochura, seis volumes, por tres mil reis, que sáe á margem. 

    Um dito Grand Chef, dois volumes, por 1 mil reis, que sáe á margem | 4$000.   | 3$000  

    Um dito, o marido, seis volumes, por tres  [fl.46v] tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000  

    Um dito , a Louca, dois volumes, por um mil reis, que sáe á margem. | 2$000  

    Um dito, Esporao Martyr, cinco sols, dois mil e quinhentos reis, que sáe á margem. | 2$500  

    Quarenta e nove volumes encadernados, romances etc, vinte e quatro mil e quinhentos reis, que sáe á margem. | 24$500 

    Duas canastras no valor de cincoenta mil reis, que sáe á margem.  | 50$000

    Duas latas de folha grandes, por doze mil reis, que sáe á margem.   | 12$000

    Duas malas grandes, de viagem, por noventa mil reis, que sáe á margem.   | 90$000

    Uma bacia de arame, por quarenta mil reis, que sáe á margem.  | 40$000

    Uma meza pequena, de costurar, por dez mil reis, que sáe á margem. | 10$000

    Nove latas grandes para mantimentos, a seis mil reis, cincoenta e quatro mil reis, que sáe á margem. | 6$000

    Tres ditas menores, a tres mil reis, nove mil reis, que sáe á margem. | 9$000

    Um copo de viagem, fantasia, por um mil reis, sáe á margem.  |1$000 [fl.47]

    Vinte três metros de linho, a mil reis, vinte tres mil reis, que sáe á margem. | 23$000

    Quarenta e nove metros de cretone francez, largo, para lençóes, a tres mil reis, cento e quarenta e sete mil reis, que sáe á margem. | 147$000

    Vinte e cinco metros de linho enfestado, a cinco mil reis, cento e  vinte cinco mil reis, sáe á margem. | 125$000

    Quatro metros e meio de morim , a seiscentos reis, dois mil e setecentos reis, que sáe á margem.  | 2$700

    Nove ditos de dita, a cinco tostóes, quatro mil e quinhentos reis, sáe á margem. | 4$500

    Vinte e dois metros  e meio de metim, a tresentos reis, seis mil setecentos  e cincoenta reis, que sáe á margem.   | 6$750

    Vinte e quatro metros dito, idem, sete mil e duzentos reis, que sáe á margem.   | 7$200

    Sete metros e meio de algodão infestado, a oitocentos reis, nove mil e duzentos reis, que sáe á margem.  | 9$200

    Uma toalha de crochet, no valor de dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000

    Duas libras de lã, no valor de quatro [ fl. 47v]  quatro mil reis, que sáe á margem.  | 4$000

    Um porta toalhas, por quatro mil reis, que sáe á margem. | 4$000 

    Cinco toalhas felpudas para rosto, por dez mil reis, que sáe á margem. | 10$000

    Vinte e seis ditas para pratos, por cincoenta e dois mil reis, que sáe á margem.  | 52$000

    Vinte e um lençóes novos, de linho, para cazado, a sete mil reis, cento e quarenta e sete mil reis, que sáe á margem.  | 147$000. 

    Quarenta e oito guardanapos barrados, a oito mil reis a duzia, trinta e dois mil reis, que sáe á margem.  | 32$000

    Duas toalhas barradas para meza, por oitenta mil reis, que sáe á margem.  | 80$000

    Tres ditas menores, á quinze mil reis, quarenta e cinco mil reis, que sáe á margem. | 15$000

    Duas toalhas novas de linho adamascadas, para meza, a cincoenta mil reis, cem mil reis, que sáe á margem.  | 100$000

    Onze fronhas grandes e pequenas, trinta e dois mil reis, que sáe á margem.  | 32$000

    Tres toalhas para meza, uzadas, a vin - [fl 48] vinte mil reis cada uma, sessenta mil reis, que sáe á margem.   | 60$000

    Quatro maços de velas pequenas, a seiscentos reis o maço, oito mil e quatrocentos reis, que sáe á margem.   | 8$000

    Um par de caçambas, por doze mil reis, que sáe á margem. | 12$000

    Duas canastrinhas, por vinte e cinco mil reis, que sáe á margem.  | 25$000

    Uma manga de vidro, grande, por cinco mil reis, que sáe á margem.   | 5$000

    Uma toalha adamascada de linho de cor, para chá, por quarenta mil reis, que sáe á margem.  | 40$000

    Tres toalhas de meza, grandes, de linho,, adamascadas, avaliadas a quarenta mil reis,  cento e vinte mil reis,  que sáe á margem.  | 120$000

    Duzentos e cincoenta e quatro guardanapos de linho adamascados, a mil e quinhentos reis cada um, tresentos e oitenta e um mil reis, que sáe á margem.  | 381$000

    Onze fronhas servidas com as letras iniciais C. M  por vinte e do-   [ fl 48v] dois mil reis, que sáe á margem. | 22$000

    Quatro canastras de diversos tamanhos, por quarenta mil reis, que sáe á margem. | 40$000

    Duas malas de viagem, por vinte mil reis, que sáe á margem.  | 20$000

    Tendo se recolhido o sol, forão interrompidos e suspensos os trabalhos para serem continuados no dia seguinte; do que fiz este  termo que assignão  o Juiz, os louvados, o advogado presente e o Official de Justiça.

    Eu Marcollino Ventura Gonçalves, Escrivão, que escrevi.

    Manoel Eug. de Moraes Costa

    Daniel José da Costa Pimentel

    Antonio Braz de Moraes Barboza [fl. 49]

    Continuação

    Aos treze dias do mez de dezembro de mil oitocentos e noventa e tres, neste termo do Pirahy, em  a Fazenda da Confiança, onde se achava o Juiz de Orphãos Supplente o cidadão Gabriel Bueno de Araujo, comigo Escrivão de seu cargo e o Official de Justiça Cassiano José Gonçalves, sendo também presentes os louvados Coronel Manoel Eugenio de Moraes Costa e  Daniel José da Costa Pimentel,   e o procurador do inventariante Doutor Antonio Braz de Moraes Barboza, pelos louvados foram avaliados os bens que adiante se seguem.

    Moveis

    Uma cesta com diversas peças de porcellana branca, por cincoenta mil reis, que sáe á margem. | 50$000

    Uma cadeira de vime, pequena, por dois mil reis, que sáe á margem.  | 2$000

    Uma cadeira de viagem, por dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000

    Quatro tachas de cobre em bom estado na quantia de cento e vinte mil reis, que sáe á margem. | 120$000

    Um caldeirão grande, novo,  por trinta mil reis, que sáe á margem. | 30$000

    Quarenta e uma caixas de sabão virgem, a dois mil e setecentos reis a caixa , cento e dez mil e setecentos reis, que sáe á margem.   | 110$700

    Oitenta calças de algodão, a mil e trezentos reis cada uma, cento e quatro mil reis, que sáe á margem.  | 104$000

    Oitenta e quatro camizas de algodão, a mil e quatrocentos reis casa uma, cento e dezesete mil e seiscentos reis, que sáe á margem. | 117$600

    Cinco kilos de barbante, a mil e duzentos reis, seis mil reis, que sáe á margem.  | 6$000

    Cinco sacos novos de algodão em pouco uzo, a seiscentos reis, sessenta mil reis, que sáe á margem.  | 60$000 [fl.50]

    Trinta e oito sacos de algodão, uzados, a quatrocentos reis, quinze mil e duzentos reis, que sáe á margem. | 15$200 

    Sessenta e seis sacos de viagem novos, trançados,quarenta e seis mil  e duzentos reis, que sáe á margem. | 46$200 

    Uma cesta com tampa, por tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000 

    Oito toalhas de meza, de criado, vinte e quatro mil reis, que sáe á margem.  | 24$000 

    Cinco metros de algodão americano, enfeitado, a oitocentos reis, quatro mil reis, que sáe á margem.  | 4$000 

    Trinta e oito metros de algodão de Santo Aleixo, a quatrocentos reis, treze mil e duzentos reis, que sáe á margem. | 13$200 

    Oito metros singello linho, a mil reis, oito mil reis, que sáe á margem. | 8$000 

    Um lençol, cortado, novo, de linho, por quatro mil reis, que sáe á margem.  | 4$000 

    Cinco e meio metros de linho, a oitocentos reis o metro, quatro mil e quatrocentos reis, que sáe á margem.  | 4$400 

    Seis e meio metros de linho listrado, a dois mil e quinhentos reis o  [fl.50 v] o metro, dezesete mil setecentos e cincoenta reis, que sáe á margem.  | 17$750 

    Oito e meio metros de baêta azul, superior,  a dois mil reis o metro, dezesete mil reis, que sáe á margem. | 17$000 

    Uma mala para roupa suja, por tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000 

    Quatro libras de linha crua, por quatro mil reis, que sáe á margem.  | 4$000 

    Um chicote quebrado com prata, cinco mil reis, que sáe á margem.   | 5$000 

    Um metro de linho, por um mil reis, que sáe á margem.  | 1$000 

    Cinco duzias de carreteis de linha Clark, a tres mil e seiscentos reis, dezoito mil reis, que sáe á margem. | 18$000 

    Sete grozas de botões, á tresentos reis, dois mil e cem reis, que sáe á margem. | 2$100 

    Um quadro com retrato de Pio 9°, por tres mil reis, que sáe á margem. | 3$000 

    Um silhão grande, por vinte e cinco mil reis, que sáe á margem.  | 25$000 

    Dois regadores de folha, pintados, por oito mil reis, que sáe á margem.   | 8$000 

    Uma cestinha de junco, por qua- [fl. 51] quatro mil reis, que sáe á margem.   | 4$000 

    Uma peça com cem sacos, novos, de aniajem trançada, a mil reis, cem mil reis, que sáe á margem. | 100$000 

    Cento e cincoenta ditos, ditos, dita a mil reis cada um, cento e cincoenta mil reis, que sáe á margem.   | 150$000

    Quarenta e seis ditos de dita, uzados, a setecentos reis cada um, trinta e dois mil reis, que sáe á margem.   | 32$000

    Uma gaiola de ferro para guardar vinho, trinta mil reis, que sáe á margem. | 30$000

    Um sofá austriaco, velho, por dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000

    Uma cadeira de braços, quebrada, por tres mil reis, que sáe á margem.  | 3$000

    Uma meia e um quarto de sola, por treze mil reis, que sáe á margem.  | 13$000 

    Nove duzias de ferraduras, sortidas, a dois mil e seiscentos reis, vinte e tres mil e quatrocentos reis, que sáe á margem.  | 23$000 

    Duzentos cravos paulistas, a oitocentos reis, mil e seiscentos reis, que sáe á margem.  | 1$600 

    Uma balança pequena para balcão com pezos de metal, por quinze  [fl 51.v]  quinze mil reis, que sáe á margem. | 15$000 

    Sessenta e quatro duzias de lenços de chita, a tres mil e quinhentos reis a duzia, duzentos e vinte e quatro mil reis , que sáe á margem.  | 224$000

    Roupa em uzo= cinco toalhas de pratos, duas colxas acolchoadas, doze lençois para cazados, cinco toalhas de meza, dez guardanapos, dezeseis toalhas de rosto, cinco de banho, felpudas, dez lençois em cinco camas, dez fronhas, quatro lençois, oito toalhas de rosto, uma grande para meza, sete guardanapos e cinco cobertores, tudo por duzentos e trinta e um mil reis, que sáe á margem. | 231$000

    Um porta joias de mármore, por quinze mil reis, que sáe á margem.  | 15$000

    Um leque de osso, em mau estado, cinco mil reis, que sáe á margem.   | 5$000

    Seis argolas para guardanapos, de alfenide, por seis mil reis, que sáe á margem.  | 6$000

    Um concha para gêlo, alfenide, mil e quinhentos reis, que sáe á margem.   | 1$500 [fl.52]

    Uma pinça para tirar brazas, mil e quinhentos reis, que sáe á margem.   | 1$500

    Uma bolsinha de costura, de tartaruga, por cinco mil reis, que sáe á margem.    | 5$000

    Um album de velludo, para retratos, por dez mil reis, que sáe á margem.  | 10$000

    Um dito menor, idem, por seis mil reis, que sáe á margem.  | 6$000

    Um album de couro, idem, por  quinze mil reis, que sáe á margem.  | 15$000

    Uma carteira para dinheiro, por um mil reis, que sáe á margem.   | 1$000

    Um dita menor de tartaruga,por tres mil reis, que sáe á margem.  | 3$000

    Um par de oculos de tartaruga, por dez mil reis, que sáe á margem.   | 10$000

    Um leque de marfim em máo estado, por cinco mil reis, que sáe á margem.  | 5$000

    Um meio apparelho de porcellana, dourada e barrada, por duzentos mil reis, que sáe á margem.  | 200$000

    Louça do uzo em serviço, por quarenta mil reis, que sáe á margem.  | 40$000

    Sessenta kilos de assucar mascavo, a tresentos reis o kilo, dezoito [fl.52.v] dezoito mil reis, que sáe á margem.   | 18$000

    Quarenta e cinco kilos de açucar de Pernambuco, a seiscentos reis, vinte e sete mil reis, que sáe á margem.   | 27$000

    Duas saccas de farinha grossa, vinte oito mi reis, que sáe á margem.   | 28$000

    Duas latas com nove kilos de chá preto, a sete mil reis o kilo, sessenta e tres mil reis, que sáe á margem.  | 63$000

    Seis caixões com cento e quarenta e quatro garrafas de vinho do Porto, a cinco mil reis cada uma, setecentos e vinte mil reis, que sáe á margem.  | 720$000

    Vinte e quatro quarrafas do mesmo vinho do porto, por cento e vinte mil reis, que sáe á margem.   | 120$000

    Cincoenta alqueires  de feijão, avaliados a dez mil reis, quinhentos mil reis, que sáe á margem.   | 500$000

    Trinta alqueires de arroz,  avaliados a quatro mil reis, cento e vinte mil reis, que sáe á margem.  | 120$000

    Oitenta alqueires de milho em palha, a seis mil reis, quatrocentos e oitenta mil reis, que sáe á margem. | 480$000 [fl.53]

    Treze saccos de sal, a quatro mil e quinhentos reis, cincoenta e oito mil e quinhentos reis, que sáe á margem.  | 58$000

     Semoventes 

    (...)

    [fl.53v] Immoveis 

    Cincoenta e quatro lanços de sen- [fl.54]  senzallas com varanda na frente, cobertos e telhas, avaliados a cem mil reis, cinco contos e quatrocentos mil reis, que sáe á margem.   | 5$400

    Um lanço de caza para a tenda, por cem mil reis, que sáe á margem. | 100$000

    Um dito dito que occupa o portão, por cem mil reis, que sáe á margem. | 100$000

    Um portão grande de madeira por trinta mil reis, que sáe á margem. | 30$000

    Dois lanços ocupados com duas cocheiras, duzentos mil reis, que sáe á margem. | 200$000

    Tres ditos annexos, por trezentos mil reis, que sáe á margem. | 300$000

    Dois ditos ditos  avaliados em duzentos mil reis, que sáe á margem.  | 200$000

    Um dito dito do administrador, cento e cincoenta mil reis, que sáe á margem. | 150$000

    Um dito de dita de portão coberto e avarandado, por cento e cincoenta mil reis, que sáe á margem. | 150$000

    Um e meio lanço de dita, ao lado, para guardar objetos, cento e setenta e cinco mil reis, que sáe á margem. | 175$000

    Um portão de madeira, por trin - [fl.54v]  trinta mil reis, que sáe á margem. | 30$000

    Dois lanços de caza para cozinha, trezentos mil reis, que sáe á margem. | 300$000

    Um dito forrado e assoalhado que se guarda trolly e arreios, por duzentos mil reis, que sáe á margem.  | 200$000

    Um dito de dita, no valor de duzentos mil reis, que sáe á margem.  | 200$000

    Dois ditos de ditas, assoalhados, cercados de taboas, para paiol, quatrocentos mil reis, que sáe á margem.   | 400$000

    Um lanço de caza, assoalhado, onde está o moinho, por duzentos mil reis,  que sáe á margem.   | 200$000

    Um moinho e seus pertences, por cem mil reis, que sáe á margem.   | 100$000

    Quatro lanços de cazas onde esta o engenho de canna, por seiscentos mil reis, que sáe á margem. | 600$000

    Um engenho de canna e seus pertences, por dois contos e quinhentos mil reis, que sáe á margem.  | 2$500

    Um e meio lanço de caza, assoalhado e forrado, no valor de trezentos mil reis, que sáe á margem. | 300$000 [fl.55]

    Dois lanços  de caza, assoalhados para tulhas, avaliados em quatrocentos mil reis, que sáe á margem.   | 400$000

    Um lanço de caza terrea par guardar cal, no valor de cento e cincoenta mil reis, que sáe á margem.  | 150$000

    Dois ditos de dita, cimentados, com duas janellas, no valor de tresentos mil reis, que sáe á margem.  | 300$000

    Seis lanços de cazas que servião para a musica e mais dependencias para guardar  objectos, um conto e cem mil reis, que sáe á margem.    | 1:100$000

    Oito lanços de dita servindo de enfermaria  e novas dependencias, dois contos e quinhentos mil reis, que sáe á margem.     | 2:500$000

    Um pomar de larangeiras e outras arvores frutiferas, no valor de cem mil reis, que sáe á margem.   | 100$000

    Quinze lanços de varandas atraz das tulhas para chiqueiro, guardar madeiras, a sessenta mil reis, novecentos mil reis, que sáe á margem.   | 900$000

    Quatro e meio lanços de cazas  para guardar os carros, duzentos e setenta [fl.55v] mil reis, que sáe á margem.   | 270$000

    Quatro cazinhas  a margem da Estrada de Terra Central, por quinhentos mil reis, que sáe á margem.   | 500$000

    Tendo se recolhido o sol, forão suspensos os trabalhos até o dia seguinte, do que faço este termo que assignão o Juiz, louvados e as partes presentes. Eu Marcolino Ventura Gonçalves , Escrivão, que escrevi. 

    Bueno

    Manoel Eug. de Moraes Costa

    Daniel José da Costa Pimentel 

    Continuação

    Aos quatorze dias do mez de dezembro de mil oitocentos  e noventa  e tres, nesta fazenda denominada Confiança, da Freguezia do Arrozal onde se a-[fl. 56] achava presente o Juiz de Orphãos Supplente Cidadão Gabriel Bueno de Araujo, comigo Escrivão de seu cargo, os louvados Coronel Manoel Eugenio  Moraes Costa,Daniel José da Costa Pimentel , o Doutor Antonio Braz de Moraes Barboza, procurador do inventariante e  porteiro Cassiano José Gonsalves, pelos louvados foram avaliados os bens seguintes:

    Immoveis

    Uma caza de morada toda assoalhada, forrada, envidraçada, com jardim na frente, quatro escadas de cantaria, gradil de ferro, casa de capella, de bilhar, cozinha e fogão, por vinte tres contos de reis, que sáe á margem.  | 23:000$000

    Seis alqueires de terra em capoeirão na Fazenda da Confiança, Cachimbau e Papagaio, correpon- [fl. 56.v]  correspondendo á dois mil novecentos e quatro aros, a razão de seiscentos reis o aro, um conto setecentos e quarenta e dois mil e quatrocentos reis, que sáe á margem.  | 1:742$400

    Cento e tres mil quatrocentos e setenta e seis aros de terra, correspondendo a duzentos e quatorze alqueires, em pastos cafezaes e capinzaes, a trezentos e cincoenta reis o aro, trinta e seis contos, duzentos e cincoenta e um mil e seiscentos reis, que sáe á margem.  | 36:251$600

    Não havendo mais bens para avaliar nesta Fazenda, forão encerrados os trabalhos, do que faço este termo que assignão, Eu Marcolino Ventura Gonçalves, Escrivão, que escrevi.

    Bueno

    Manoel Eug. de Moraes Costa

    Daniel José da Costa Pimentel 

    Antonio Braz de Moraes Barboza

     

     

    Coordenação: Ana Pessoa (FCRB), 2022.

    Transcrição paleográfica: Clara Albani Rezende (PCTCC/FCRB), 2022.

    Pesquisa arquivística: Clara Albani Rezende (PCTCC/FCRB) e Andreza Baptista (PCTCC/FCRB), 2022.




    ttt
    PTCD/EAT-HAT/11229/2009

    Please publish modules in offcanvas position.