Filtrar

    Antonio Jannuzzi & C.

    Antonio Jannuzzi & C.
    Brasil
    XIX

     

    Nota: Anúncios da empresa organizada por Antonio Jannuzzi, situada na Avenida Rio Branco (antiga Avenida Central), 144. Fundada em 1874 como “Antonio Jannuzzi, Irmãos & Cia.”, se dedicou a “construcção de edifícios públicos, prédios para particulares, por administração ou empreitada” como: igrejas, hospitais, fábricas, hotéis e residências.

    A Companhia foi responsável pela demolição das antigas construções para a abertura da Avenida Central em 1904, assim como foi a maior construtora dos novos projetos para a avenida.

    A Empresa contava com a seguinte infraestrutura: “serraria e carpintaria a vapor, deposito de madeiras e materiaes, ferragens e vigas de ferro duplo T, pedreira, officina de mármore e deposito de estatuas e mausoléos” e “mosaicos de luxo de madeira, ladrilhos, cerâmica e azulejos, etc.”.  O escritório comercial, serraria, carpintaria, depósitos de materiais e pedreira ficavam na Praia de Botafogo, 20 – Morro da Viuva e a oficina de mármore na Praça da República, 17.

    Teve grande atuação na cidade de Petrópolis, construindo diversos palacetes. Em 1898 a Firma foi premiada na Itália com a medalha de ouro na seção Ítalobrasileira da Exposição Geral de Turim. A Empresa participou em 1890 da “Companhia Evoneas Fluminense”, dedicada a construção de casas operárias, que durou dois anos. Em 1907 a companhia teve o nome alterado para “Antonio Jannuzzi, Filhos & Cia.” quando também foi responsável por diversos empreendimentos em Valença.  Em 1932 foi decretada a falência da Empresa, após anos de tentativas de recuperação financeira.

     

    Fonte: Architectura e Construcções. A Rua: Semanario Illustrado. Rio de Janeiro, 23 de Março de 1916. Disponível em: <http://memoria.bn.br/DocReader/236403/2738>. Acesso em 10 abr. 2021.

    Architectura e Construcções. A Nação. Rio de Janeiro, 1 de Janeiro de 1920. Disponível em: <http://memoria.bn.br/DocReader/180033/16>. Acesso em 10 abr. 2021.

     

    Coordenação: Ana Pessoa (FCRB), 2021

    Pesquisa: Andreza Baptista (PCTCC/FCRB)

    ttt
    PTCD/EAT-HAT/11229/2009

    Please publish modules in offcanvas position.