Filtrar

    Casa do capitão de São Tiago Contrato de obra de 1654

    Casa do capitão de São Tiago Contrato de obra de 1654
    Goa
    XVII

       

    Contrato que a nobre cidade de Goa fez com Pondea naiq mestre de obra do concerto do passo de São Tiago e condições 

    GOA  NACIONAL ARCHIVES, Senado de Goa, Livro de Obras- 1654-1665, nº 7832. S.n.

    18 de Abril 1654

    (Excerto)

    "Anno do Nascimento de N Sr Jesus Cristo de mil seiscentos cinquenta e quatro anos dezoito dias do mês de Abril do ditto anno; nesta muy nobre e sempre leal cidade de Goa nas casas da Camara della sendo juntos em mesa os vereadores e mais oficiais comigo Manuel Soares de Goes escrivão da Camara por sua Magestade e pella autoridade Real das escrituras  que a ella pertence foi por eles mandado trazer em pregão pello naiq das obras o cobrimento e concerto do passo de São Tiago nas condições seguintes

    Que o empreiteiro que tomar estas obras primeiramente fara todos o retelhamento assy  das casas das tercenas e de toda a telha grande e pequena e telloes que faltar cintas e caldeyras que tiver de obrar de modo que no inverno não faça goteira e assy mais mea corja de agueiros entre serrados e roliços e hu de espigão na tercena duzentos côvados de ripas de matto com sus pregadura doze aldravas com seus ferrolhos dez bizagras oito mancaes oito quarteis de adufas e reformara as mais adufas de todas as casas pondo as ostras caldrasinhas (?) que faltão, fará uma braça de obra na porta da estrebaria e na butante da porta do passo fara hua cancella na porta da dita estrebaria com suas fechaduras e fara de madeira de matto cayar toas as casas do capitão por dentro e por fora remedeara todos os chãos dargamassa e a escada que também he dargamassa e fara os chaos dargamassa batida com chunambo na varanda,cozinha e outra sua casa que tem vinte e nove palmos e batera hu chão da estrebaria que tem onze braças em grossura e quatro engonços de ferro de ferrolho da porta do paço e porá quatorze esteios grandes na galeria e na varanda em razão do embate da envernada. 

    Goa 18 de Abril de 1654 André Gomes … "

     

    Nota : o Passo de São Tiago de Banastarim fazia parte do sistema defensivo da cidade de Goa onde, em vários pontos, se situavam portas de entrada na cidade denominadas por passos. Guarnecidas por uma força militar, estas portas tinham função de alfândega controlando  as entradas e saídas, sobretudo dos artigos de consumo diário. Como refere o padre Gabriel Saldanha, na sua História de Goa (1926: 220) no Passo de São Tiago de Banastarim; “… o comandante, que guardava a porta tinha uma bela habitação solidamente construída sobre a própria muralha”. A manutenção da muralha como das edificações que lhe estavam relacionadas era da responsabilidade do Senado da Câmara da Goa explicando-se assim que estas obras se encontrem registadas nos Livros de Obras da Câmara. No estudo destes contractos  encontramos interessantes referências a sistemas construtivos e materiais de construção de revelante importância para a arquitectura e história da construção em Goa

     

    Bibliografia:

    ROSSA, Walter; MENDIRATTA, Sidh “ A Cerca Adormecida: recuperação histórico-cartográfica da muralha portuguesa de Goa" in Goa Passado e Presente, Atas do Congresso. Lisboa: CEPCEP e CHAM, 2013, 413-423.

    SALDANHA, Padre m. J. Gabriel de, História de Goa, Monumentos Arqueológica, Vol. II, Nova Goa, casa Editora Livraria Coelho, 2º ed. 1926. Pp218-220.

      TELLES, Ricardo Michael, “Fortalezas de Goa e suas legendas” O Oriente Português, 2ª série, nº 18, Nova Goa, 1937, pp. 283-334.

     

    ttt
    PTCD/EAT-HAT/11229/2009

    Please publish modules in offcanvas position.