...
...
Filtrar

    Fazenda Areias - Cantagalo

    Fazenda Areias - Cantagalo
    Brasil
    XIX

    Autor / Mestre / Construtor 

    O projeto é do engenheiro holandês Jacob van Erven (1800-1867).

     

     

    Enquadramento Urbano e Paisagístico

    A Fazenda Areias está situada próxima à localidade de Boa Sorte,  5° distrito de Cantagalo. O acesso à propriedade pode ser realizado partindo da sede do município e percorrendo a RJ-152, em direção a Itaocara.  A entrada principal do lote é cercada por porteira baixa de madeira, que se liga a um caminho de pedra rodeado por uma aleia de palmeiras imperiais, conduzindo ao casarão. A construção está assentada em uma área plana do terreno, com entorno arborizado.

     

     

    Morfologia e Composição

    O casarão é constituído pela junção de três prismas retangulares. O corpo central fica mais a frente, em posição de destaque, já os corpos laterais se apresentam recuados. O acesso principal é realizado através da edificação central, uma majestosa construção de dois pavimentos, ligada à duas alas laterais, de apenas um pavimento. O pavilhão se encontra elevado do solo por porões não habitáveis de aproximadamente 80 centímetros de altura, responsáveis pela ventilação dos assoalhos e pela proteção contra a umidade ascendente.

    O edifício é composto por paredes externas de pedra, assentadas com argamassa de barro e revestidas com reboco de cal e areia, possuindo de 30 a 60 centímetros de espessura. Já as paredes internas foram erguidas com taipa de pau a pique (INEPAC, 2010). O telhado é composto por telhas de barro do tipo capa e canal, arrematadas por cornijas simples que escondem os caibros. 

     

     

    Fachada Principal

    A fachada principal se caracteriza pela sua composição simétrica, possuindo nove vãos em cada pavimento do corpo central e onze vãos em cada um dos corpos laterais. O pano central é bastante imponente e demarcado, se sobressaindo em relação aos demais, devido à sua posição e altura, mas também pela presença de cunhais bem-marcados e de capitéis em pedras entalhadas.

     

    Fachadas Secundárias

    As fachadas laterais do corpo central seguem a mesma tipologia de sua fachada principal, possuindo cunhais e capiteis em pedra. As fachadas posteriores se diferenciam por serem voltadas para um grande jardim interno, em que se destacam varandas com colunas romanas e  telhados com beirais em cachorrada.

     

     

    Pormenores

    O casarão conta com trabalhos em cantaria na escada e na porta da entrada principal, nas colunas romanas das varandas voltadas para o jardim interno, na mureta que divide o jardim e o pátio dos fundos e no chafariz em frente à porta principal. As ombreiras, soleiras e vergas das portas principais são em pedra lavrada, bem como os degraus das escadas de acesso a estas. As esquadrias das janelas são compostas internamente por folhas de almofadas duplas e, externamente, por caixilho de vidros. As portas apresentam folhas duplas em almofadas maciças (INEPAC, 2010).

     

     

    Programa interior

    A edificação possui uma planta em formato de “T” e conta com dois pavimentos na parte central e um pavimento nas alas laterais. O acesso a cada um dos seus três corpos  é realizado de forma independente, através de grandes portas que conduzem a circulações interligadas com os fundos da propriedade. Estas se destinavam, provavelmente, a passagem de carruagens.

    O térreo do corpo central era reservado às atividades sociais e de serviço. Enquanto isso, o pavimento superior abrigava a área íntima da família, pois além de ser um local mais privativo, fornecia uma visão privilegiada e estratégica da propriedade. Os cômodos de frente dispõem de varandas protegidas por guarda-corpo em ferro trabalhado e corrimão em madeira. 

     

     

    Cronologia e Proprietários

    1840- Data atribuída à construção da Fazenda Areias.

    1869- Com a morte de Antônio Clemente Pinto, a propriedade é transferida para o seu filho mais velho, Antônio Clemente Pinto Filho, 1° Barão, Visconde e depois Conde de São Clemente.

    1888- Ao se aposentar, Antônio Clemente Pinto Filho passa a residir na Fazenda.

    1912-  Devido ao falecimento do Conde de São Clemente, a Fazenda  é herdada por sua filha, Maria José de São Clemente, casada com o Dr. Augusto de Faro Carvalho.

    2024- Atualmente, a propriedade pertence a Sra. Sílvia Oliveira, que vem realizando intervenções no local.

     

    Antônio Clemente Pinto (1795 - 1869), 1° Barão e Conde de Nova Friburgo, nasceu em 6 de janeiro de 1795, na freguesia de Nossa Senhora de Aboadela, vilarejo de Ovelha do Marão, em Portugal. Era filho do casal Luiza de Miranda e de Manoel José Clemente Pinto, que veio para o Brasil em 1821, trazendo seus cinco filhos. Alcançou fortunas no Brasil através do comércio de escravos, constituindo inúmeras fazendas de produção de café nas regiões de Nova Friburgo, Cantagalo e São Fidélis, das quais se destacaram a Fazenda do Solar do Gavião e a Fazenda Areias, sendo esta a principal dentre as vinte que possuía em Cantagalo. Foi casado com Laura Clementina da Silva Pinto (1808-1870), 1ª Baronesa de Nova Friburgo, com quem teve os filhos Antônio Clemente Pinto Filho (1830-1898), Conde de São Clemente; e Bernardo Clemente Pinto Sobrinho (1835-1914), Conde de Nova Friburgo. Em 1866, passou a residir no então denominado Palácio Nova Friburgo - atual Palácio do Catete - edificação localizada junto a corte. Além disso, também construiu o Chalé do Parque São Clemente, para funcionar como sua residência de veraneio em Nova Friburgo. Faleceu em 4 de outubro de 1869, no Rio de Janeiro.

     

    Antônio Clemente Pinto Filho (1830 -1898), 1° Barão, Visconde e depois Conde de São Clemente, nasceu em 15 de setembro de 1830, em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro. Dedicou-se ao comércio em Hamburgo e em importantes centros na Europa, onde residiu durante um período. Quando voltou ao Brasil, assumiu os negócios da família, ocupando o cargo de gerente comercial e de representante social da firma Friburgo & Filhos. Além disso, exerceu a função de presidente do Centro da Lavoura e Commercio e de diretor da Caixa Econômica e Monte de Socorro da Corte, no Rio de Janeiro. Casou-se em 27 de abril de 1859 com Maria José Rodrigues Fernandes Chaves, filha do Barão de Quaraim. Do consórcio nasceram três filhos: Antônio Clemente Pinto - o 2° Barão de São Clemente - Alice Clemente Pinto e Maria José Clemente Pinto. Faleceu em 21 de janeiro de 1898, em sua residência na Chácara do Chalet, em Nova Friburgo.

     

     

    Documentação

    Vista do complexo produtivo da fazenda Areias, s/data. Disponível em: <https://www.institutocidadeviva.org.br/inventarios/sistema/wp-content/uploads/2010/12/12_faz_areias.pdf>

     

     

    Bibliografia

    FRAUCHES, Celso. Os Clemente – Parte I. Jornal da Região: 2023. Disponível em: < https://jornaldaregiao.com/os-clemente-parte-i-por-celso-frauches/>

    INEPAC.  Fazenda Areias.  Rio de Janeiro: Inventário das Fazendas do Vale do Paraíba Fluminense, 2010. Disponível em: < https://www.institutocidadeviva.org.br/inventarios/sistema/wp-content/uploads/2010/12/12_faz_areias.pdf>

    MELNIXENCO, Vanessa Cristina.  Friburgo & Filhos: Tradições do Passado e invenções do futuro (1840-1888). Rio de Janeiro: UNIRIO, 2014. Disponível em: < https://www.unirio.br/cch/escoladehistoria/pos-graduacao/ppgh/dissertacao_vanessa-melnixenco>

    Museu da Emigração e Comunidades. Biografia: Antonio Clemente Pinto, Barão de Nova Friburgo. MEC, s/ data. Disponível em: <https://epl.di.uminho.pt/~ritafaria/MEC/instanciaConceito.php?conc=Biografia&id=160>

     

    Observações  

    Coordenação: Ana Pessoa (FCRB), 2024.

    Pesquisa, texto e edição: Clara Albani (PCTCC/FCRB), 2024.

    Plantas técnicas: Marcele Araujo (Pibic/FCRB), 2024.

    Fotos: INEPAC, Bruno Palma, Morad Negócios Imobiliários, Luiz Fernando Dutra Folly.

     

    ttt
    PTCD/EAT-HAT/11229/2009

    Please publish modules in offcanvas position.