Filtrar

    Casa do Padre Toledo

    Casa do Padre Toledo
    COM_CCK_hhh

    A casa do vigário apresenta pinturas nos tetos de oito salas do Piso 1 e mais três no teto do Torreão. Quatro delas situam-se sob uma estrutura tridimensional composta por quatro trapézios laterais e um elemento retangular central. Apesar da pintura dos Cinco Sentidos ser a mais comentada, o programa decorativo da casa também inclui pinturas baseadas em outros modelos visuais.  

    As pinturas do forro do salão principal da Casa do Padre Toledo ganharam destaque dentre os exemplares de pinturas parietais do século XVIII no Brasil. Seja pelo tema, pelas alegorias ou pela técnica, os cinco painéis não só compõem o espaço visualmente, mas também representam em imagens as temáticas intelectuais discutidas na época. As pinturas a têmpera e cola estão em cinco painéis sobre madeira. Elas são emolduradas tanto pela divisão estrutural do forro - em cinco gamelas - , quanto pelos medalhões que compõem as cenas. O tema das pinturas são Os Cinco Sentidos representados por cenas da mitologia clássica. Apesar da mitologia ser comum na decoração de interiores, a representação dos Cinco Sentidos só foi aceita como positiva a partir da cultura barroca. Sua “boa utilização” parte do princípio que o uso das sensações não precisa estar necessariamente ligado ao pecado, mas pode funcionar como caminho para o aprimoramento espiritual. 

    No painel central encontram-se Hermes ou Mercúrio e Vênus ou Afrodite representando o Tato ao enfatizar o gesto do toque das mãos no centro da pintura. Os painéis laterais apresentam o Olfato, no qual Eros oferece uma flor para Psiquê sentir o perfume; e a Visão com um casal não identificado, possivelmente Narciso e Eco, observando-se no espelho. A audição é representada por um possível Apolo tocando lira para quem talvez seja Dafne. Por fim, o Paladar é representado por uma bacante ou Ariadne que oferece vinho a Baco, enquanto ambos estão sentados sob uma videira. Pedro Germano Leal apresentou as pinturas que teriam sido utilizadas como modelo visual pelo pintor que as executou em Tiradentes.

           

    xxxxx sobre iconologia ref 1 xxxxxx

       

    xxxxx sobre iconologia adrien collaert xxxxxx

    INSERIR IMAGENS

    xxxxx sobre iconologia maarten de vos xxxxxx

    Faz-se possível tratar do Padre Toledo como encomendante das pinturas dos Cinco Sentidos devido a alguns fatores. O mais forte é corroborado pelos livros apreendidos após a sua prisão e listados nos Autos de Devassa. Sua biblioteca abrigava exemplares de Abade de Condillac, Voltaire, Locke, Rousseau, entre outros autores menores. A combinação dessas leituras de ideias libertinas francesas soma-se ao fim do estatuto colonial da América, coroado pela independência dos Estados Unidos e, posteriormente, pela própria Revolução Francesa.O tema libertino, portanto, não se limitou à Inconfidência Mineira, mas tocava também a Europa. É possível perceber também, uma articulação entre as questões políticas e as questões morais. 

    Os Cinco Sentidos perpassam o teor místico religioso, a filosofia e a compreensão da arquitetura - relação entre as Cinco Ordens Clássicas da Arquitetura e os Cinco Sentidos - até o uso das sensações do corpo como forma de autoconhecimento e experimentação erótica na cultura libertina do século XVIII. Assim, a intensa e ativa participação do Padre Toledo no movimento inconfidente torna as pinturas dessa sala cenário para os encontros, “escondendo” referências e alusões. Criava-se, portanto, um lugar propício para meditações e encontros, enquanto refletia-se sobre o efêmero e as vaidades: “as coisas e as sensações do mundo são passageiras, só o espírito é eterno”.

    xxxxxx

    xxxxxx

    xxxxxx

    xxxxxx

    xxxxxxx

    xxxxxxx

    xxxxxxx

     

    ttt
    PTCD/EAT-HAT/11229/2009

    Please publish modules in offcanvas position.