Filter

    Planta da Quinta de São Pedro do Pragal, 1803

    Planta da Quinta de São Pedro do Pragal, 1803
    Portugal
    XIX

       

    Planta da Quinta  de São Pedro, Pragal, 1803

    Planta da Quinta do Ill.mo e Ex.mo Snr. Principal de Sousa sita no lugar do Pragal, termo da vila de Almada levantada em Setembro de 1803 Dedicada a Ill. ma e Ex.ma D. Marianna de Sousa Coutinho por seu respectuoso e obrigadíssimo creado M.J.N.G. Reduzida do original e calculada por M.M.F.

    ANTT – Condes de Linhares, Mç. 100, Doc. 35

     Imagem cedida pelo IAN/TT

     

    Planta esquemática com o programa interior da Quinta do Pragal

    ANTT – Condes de Linhares, Mç. 100, Doc. 35, A, Av

    Imagem cedida pelo IAN/TT

    Legenda -1. Portão – 2. Entrada, pátio – 3 – escada exterior com alpendre e pequena varanda – 4 – corredor – 5 – Salinha bilhar – 6 sala, 5 janelas – 7 passagem para a casa de jantar 8 – casa de jantar 9 – gabinete de meu pae (pequena livraria), 10 quarto da minha filha (?), 11 – Escadas para o quarto das criadas – 12 o meu quarto – 13 pequena sala onde me vestia – 14 – quarto de meus pães – capella – 16 – pequenas tribunas – 17 quarto do mano Rodrigo e da mana – 18 casa de passagem e de entrada – Quarto para hospedes – 20 copa casa de jantar dos criados, escada para o quarto das manas – 21 Fonte em frente do portão -22 lagar – adega – 24 – poço – 25 jardim exterior – 26 entrada para a capella

     

     

    Nota:

    Nos seus vários significados este levantamento adquire particular importância dado apresentar-se como uma planta de uma quinta com a distribuição das áreas de cultivo como vinha, horta, pomas e lavoura e assinalando a casa principal representada com todo o seu programa de distribuição interior. Esta planta articula-se com outra mais esquemática, mas onde é representada a planta do piso nobre neste caso acompanhada de uma legenda com a nomenclatura descritiva dos espaços interiores. Este pormenor permite-nos acesso a um programa interior de uma casa nobre dos finais do século XVIII, facto raro na história da casa senhorial.

    Sobre a história da quinta sabemos ter pertencido a D. José António de Meneses e Sousa Coutinho, diácono da Igreja Patriacal de Lisboa e membro do Conselho de Regência do Reino que governou Portugal durante a ausência da corte no Brasil. A propriedade conhecida por Quinta de São Pedro foi doada pelo Principal de Sousa a suas irmãs D. Mariana e Maria Balbina de Sousa Coutinho e daqui a dedicatória da legenda da planta.

     

    Bibliografia

    Almada na História -Boletim de Fontes Documentais, Almada, CM de Almada, nº27-28, 2014, pp.40-42

     

    Observações

    Coordenação e texto - Helder Carita, 2019

     

    ttt
    PTCD/EAT-HAT/11229/2009

    Please publish modules in offcanvas position.