Filter

    Palácio do Sabaio de Mateus do Couto / Inquisição

    Palácio do Sabaio de Mateus do Couto / Inquisição
    Goa
    XVII

    Palácio do Sabaio de Mateus do Couto

           

    Planta do Palácio do Sabaio de Mateus do Couto de 1634 

     In Livro das plantas e monteas de todas as Fábricas das Inquisições deste Reino e India, ordenado por mandado do Illustrissimo e Reverendíssimo Senhor Dom Francisco de Castro Bispo Inquisidor Geral e do Conselho de Estado de Sua Majestade. Anno Domini 1634. Por Matheus do Couto, Arquitecto das Inquisições deste Reino.

    Lisboa, Torre de Tombo, Tribunal do Santo Ofício, Livro 470, s.n

     

    Nota: 

    No quadro da arquitectura civil de Goa este levantamento corresponde à mais antiga planta de um palácio apresentando o desenho uma legenda detalhada das diferentes funções dos interiores do palácio. Incluído num livro que reunia as plantas dos diferentes edifícios onde estava instalada a chamada Santa Inquisição, as plantas de Goa terão sido efectuadas a partir de um levantamento enviado da Índia.   

     Na sua origem o edifício foi palácio Adil-Shah. Com a ocupação portuguesa o edifício passa a  residência dos vice- reis até 1554, data em que o vice-rei  D. Pedro de Mascarenhas  muda a sua habitação oficial para o Palácio da Fortaleza. Desocupado o edifício é ocupado pela Inquisição tendo aqui a sua residência particular os dois inquisidores como podemos confirmar neste levantamento.   

    Bibliografia:

     Dias, Pedro, História da Arte Portuguesa no Mundo (1415-1822). O Espaço do Índico. Lisboa, Circulo de Leitores, 1998, pp. 105

    Carita, Helder, Palácios de Goa Modelos e tipologias de Arquitectura Civil Indo-Portuguesa, Lisboa, Ed.Quetzal, 1996, ppp.22-25.

    Saldanha, Padre Gabriel de, História de Goa, Vol. II, Parte III, Nova Goa, Ed. Livraria Coelho, 1926, pp.149-162

     

    Autoria:

    Helder Carita

    Tiago Antunes

     

     

     

    ttt
    PTCD/EAT-HAT/11229/2009

    Please publish modules in offcanvas position.