Filter

    Casa dos Nogueiras

    Casa dos Nogueiras
    Brazil

    Vista geral da Casa dos Nogueiras

     

     

    Nota

    A Casa dos Nogueiras está localizada no cruzamento da Rua Padre Luna com a Ladeira da Catedral de Nossa Senhora da Glória, na Praça da Bandeira nº 256, em Valença, Estado do Rio de Janeiro. Ela está situada no centro histórico da cidade, em área nobre, cercada por importantes residências, onde as Estradas da Polícia e do Comércio se encontram. Em 2004 foi incluída no conjunto urbano tombado pelo Instituto Estadual de Patrimônio Cultural do Estado do Rio de Janeiro (INEPAC).

    Construída em 1855 por João Francisco de Souza, a casa foi posteriormente adquirida por Domingos José da Silva Nogueira, terceiro proprietário, um fazendeiro e capitão da Guarda Nacional da Legião de Valença, a quem foi atribuída a denominação da casa.  Casou-se com Antonia Ozoria da Silva com quem teve cinco filhos e também era proprietário da Fazenda Bemposta, localizada na freguesia de São Sebastião do Rio Bonito, atual distrito de Pentagna. Faleceu em Valença no dia 20 de junho de 1894.

    De acordo com Nestor Goulart, a casa seria uma versão simplificada do estilo neoclássico desenvolvido no Brasil, também conhecida como versão provinciana. Em alguns aspectos, a construção se assemelha aos padrões coloniais, pois o estilo neoclássico dependia de materiais importados e mão de obra especializada, ao contrário de como aconteceu.

    Segundo a Ficha de Inventário de 2003, a casa possuía um formato em "U", com a entrada para o sobrado localizada no primeiro vão à esquerda da fachada frontal, voltada para a ladeira/Praça da Bandeira, através de um vestíbulo. No piso térreo, as paredes eram espessas, feitas de pedra e adobe, com dimensões aproximadas de 20x20x40cm, resultando em paredes com cerca de 70 cm de largura, como pode ser observado nos remanescentes atuais. No entanto, os remanescentes não indicam claramente o formato em "U" da casa, pois apenas são encontradas alvenarias originais em pedra e adobe formando um "L", com um pátio interno descoberto.

    Era um edifício de dois pavimentos, com o térreo destinado a fins comerciais e o sobrado como residência, tendo uma cobertura em telha cerâmica. As fachadas eram compostas por um corpo único, destacado por pilastras jônicas semi-embutidas e uma cornija em estuque.

    Os vãos das portas e janelas seguiam um ritmo constante, de acordo com os princípios neoclássicos. No térreo, as portas e janelas tinham enquadramento em cantaria e verga em arco pleno, totalizando quatorze esquadrias. O acesso ao sobrado era o único que possuía um arco abatido. No sobrado, as janelas eram de verga retas, treze delas feitas de madeira e vidro, e três do tipo guilhotina, todas com molduras de madeira. Na fachada, havia remanescentes dos antigos suportes para lanternas, fixados no gradil de ferro, com as iniciais "JFS" e a data "1855".

    O sobrado possuía um balcão contínuo que percorria toda a fachada principal e cerca de dois terços da fachada lateral, com uma estrutura em balanço de pedra. Nos espaços entre as janelas, havia suportes de ferro para lanternas, que se originaram no gradil e eram fixados nas paredes.

    O pavimento superior do sobrado possuía paredes externas feitas de adobe e paredes internas em pau a pique. Essa área mantinha a divisão interna original da época da construção, com hall de chegada da escada, sala de espera que dava acesso ao antigo escritório, alcova, sala de visitas e corredor para a sala de banquetes. Além disso, o sobrado possuía uma sala de trabalho, quatro quartos (um deles era um quarto de vestir), copa, cozinha, despensa e quarto dos escravos.

    As fachadas são compostas por um único corpo, onde as principais linhas da composição são marcadas por pilastras jônicas semi-embutidas, com bases trabalhadas em cantaria. No térreo, as pilastras possuem fuste liso, enquanto no segundo pavimento possuem caneluras, finalizando com uma cornija em estuque.

    Os vãos das portas e janelas seguem um ritmo constante, com repetição do mesmo elemento, seja a porta ou a janela, seguindo as orientações do estilo neoclássico. No pavimento térreo, os vãos são enquadrados em cantaria e possuem verga em arco pleno. Existem quatorze esquadrias nesse pavimento, com exceção do acesso ao sobrado, que possui um arco abatido. No sobrado, os vãos têm verga reta, com um total de treze janelas de madeira e vidro, além de três janelas de peitoril tipo guilhotina, todas com molduras de madeira.

    A distribuição interna do sobrado incluía setores social, íntimo e de serviço. O setor social compreendia as salas voltadas para a rua. 

    Apesar de ter sofrido modificações ao longo do tempo, a Casa dos Nogueiras manteve sua função original de comércio no térreo até 2001, enquanto o sobrado teve diversos usos, como residência, hotel, clube, companhia telefônica, faculdade, colégio de aplicação e, mais recentemente, centro cultural.

     

     

    Bibliografia

    Correio Mercantil, o Instructivo, Politico, Universal (RJ) - 1848 a 1868. Ano 1860/Edição 00259. Disponível em: <http://memoria.bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=217280&pagfis=18096>.  Acesso em 14 jun. 2023.

    Jornal do Commercio (RJ) 1890 a  1899. Ano 1895\Edição 00129. Disponível em: <http://memoria.bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=364568_08&pagfis=17405>.  Acesso em 14 jun. 2023.

    OLIVEIRA, Tânia Namiko Kashiwakura. Restauração da antiga Casa dos Nogueira, em Valença / RJ. 2013. 134f. Tese (Mestrado Profissional em Conservação e Restauração de Monumentos e Núcleos Históricos) - Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2013. Disponível em: <https://repositorio.ufba.br/handle/ri/21144>. Acesso em 12 jun. 2023.

    O Paiz (RJ) - 1890 a 1899. Ano 1894/Edição 04340. Disponível em: <http://memoria.bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=178691_02&pagfis=10044>.  Acesso em 14 jun. 2023.

     

     

    Observações

    Coordenação: Ana Pessoa (FCRB), 2023

    Pesquisa e texto: Sávia Pontes Paz (Faperj/FCRB), 2023

    Colaboração e fotografias: Adriano Novaes

     

    ttt
    PTCD/EAT-HAT/11229/2009

    Please publish modules in offcanvas position.